top of page

159 anos de revolução da leitura por Nicolas Roubakine!


Nicolas Roubakine nasceu em 13 de julho de 1862, em Oranienbaum (atualmente Lomonossov), região de São Petersburgo, na Rússia, e faleceu em 1946 em Lausanne, Suíça.


As primeiras experiências do teórico e bibliotecário russo com as atividades de leitura individuais se deram ainda na infância, a partir do trabalho realizado na biblioteca de sua mãe desde a década de 1870. Em 1889, Roubakine assume o posto de bibliotecário e desenvolve um laboratório de estudos das ações de leitura do sujeito leitor.


Roubakine dedicou sua vida ao estudo e trabalho no campo da leitura, lutando em prol da verdade e da justiça social via acesso ao conhecimento e instrução popular. Para o teórico, é através do acesso ao conhecimento e apropriação de saberes via leitura pelas camadas sociais oprimidas que torna-se possível desenvolver uma conscientização crítica e, a partir daí, perceber o mundo em toda sua opressão e desigualdade para então transformá-lo.


As noções roubakinianas são desenvolvidas a partir do que o teórico entende como bibliopsicologia, ciência que se dedica ao estudo das relações mentais entre sujeito autor e leitor a partir das experiências de leitura, com foco naquele que lê. Em 1922, o pensador publica dois volumes em francês de sua clássica obra Introduction à la psychologie bibliologique, fruto de mais de trinta anos de investigação teórica e prática no campo da leitura.


Nicolas Roubakine ainda é pouco discutido na Biblioteconomia e Ciência da Informação brasileiras. Contudo, as noções desenvolvidas pelo teórico e bibliotecário nos oferecem novas lentes para pensarmos os estudos do livro, da leitura e do sujeito leitor no nosso campo.


Foto: Russia State Library.


Abaixo, você encontra uma seleção de textos de e sobre Nicolas Roubakine publicados por pesquisadorxs e membros do Ecce Liber:


FURNER, Jonathan. Shera's social epistemology recast as psychological bibliology. Social Epistemology: A Journal of Knowledge, Culture and Policy, [s. l.], v. 16, n. 1, p. 5-22, 2002. DOI: 10.1080/02691720210132761. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/02691720210132761.


OTLET, Paul. Tratado de documentação. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2018.


ROUBAKINE, Nicolas. Introduction à la psychologie bibliologique. Paris: AIB, 1998. 2 v.


SALDANHA, Gustavo Silva. A invenção da Ciência da Informação segundo Nicolas Roubakine (Rubakin). Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 12, n. 1, 2019.


SALDANHA, Gustavo Silva. Epistemologia crítica e social da Ciência da Informação: 50 anos de uma escola dialética. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19., 2018, Londrina, PR. Anais [...]. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/124688.


SALDANHA, Gustavo Silva. Gramática de la intencionalidad en los estudios informacionales: estados maquínicos como objeto de la intención simbólica. In: RENDÓN ROJAS, Miguel Ángel (coord.). La intencionalidad en la Ciencia de la Información Documental. Cidade do México: Universidad Nacional Autónoma de México, 2018. p. 75-105. Disponível em: http://ru.iibi.unam.mx/jspui/bitstream/IIBI_UNAM/L156/3/intencionalidad_ciencia_s.pdf.


SALDANHA, Gustavo Silva. Linha cumeada. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 25, p. 1-16, 2020.


SALDANHA, Gustavo Silva. Sem e cem teorias críticas em Ciência da Informação: autorretrato da teoria social e o método da crítica nos estudos informacionais, uma bibliografia benjaminiana aberta. In: BEZERRA, Arthur Coelho; SCHNEIDER, Marco; PIMENTA, Ricardo; SALDANHA, Gustavo Silva. iKritica: estudos críticos em informação. Rio de Janeiro: Garamond, 2019. p. 171-240.


SALOMÃO, Amanda. Leitura, apropriação de saberes e transformação pessoal: relações subjetivas e intersubjetivas a partir das perspectivas de mulheres pertencentes a clubes de leitura. Orientador: Gustavo Silva Saldanha. 2020. 312 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro/Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: https://ridi.ibict.br/handle/123456789/1098.


SAVOVA, Elena; ESTIVALS, Robert. Roubakine. In: ESTIVALS, Robert. Petite anthologie francophone de la bibliologie. Paris: Société de Bibliologie et de Schématisation, 1993. p. 71-80.


SILVA, Leyde Klebia Rodrigues da; SALDANHA, Gustavo Silva. A caminho da compreensão do “social” da Ciência da Informação: questionando a ressignificação de conceitos segundo os estudos sociais da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, Bahia. Anais [...]. Disponível em: http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/handle/123456789/3124.


SIMSOVA, Sylva. Nicholas Rubakin and bibliopsychology. Libri, v. 16, n. 2, p. 118-129, 1966.



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga
bottom of page