OFLClipping - Semanário Teleológico

Destaque da semana

The women who rode miles on horseback to deliver library books

Na década de 1930, elas eram conhecidas como as "book women" (mulheres-livro). Elas montavam seus cavalos, normalmente de madrugada, para trilhar seus caminhos pelas encostas repletas de neve, bem como pelos córregos cheios de lama, com um único e simples objetivo: entregar livros para as comunidades isoladas de Kentucky, nos Estados Unidos. A "Pack Horse Library" fazia parte das iniciativas criadas, no governo do Presidente Franklin Roosevelt, para tentar tirar o país da Grande Depressão de 1929. Bibliotecas itinerantes, sobretudo as que se constituíam por meio de cavalos, não eram uma novidade em Kentucky; contudo, a iniciativa foi considerada como uma grande oportunidade para alavancar, ao mesmo tempo, o aumento das taxas de emprego e de alfabetização.

Atlas Obscura - 31.08.2017

Ásia

Books to screen: filmmakers are increasingly turning to literature for original stories

À medida em que o mundo do cinema indiano vem se tornando cada vez mais receptivo à ideia de realizar adaptações para o cinema de obras literárias, editores e autores tentam decifrar as melhores histórias a serem adaptadas, bem como a forma mais adequada de se lidar com os produtores de conteúdo. Segundo o diretor criativo Smriti Kiran, é preciso estreitar as relações entre a indústria cinematográfica e a literatura na Índia. Para ele, o cinema precisa de enredos novos, tendo a literatura muito a oferecer.

Hindustan Times - 04.09.2017

África

Talking points and debut titles at book fest

Identidade negra é um dos principais temas debatidos no "Open Book Festival" desse ano, evento literário que ocorre em Cape Town, na África do Sul, até o dia 10 de setembro. Além de reunir mais de 100 autores regionais e internacionais, o evento conta com discussões sobre o processo de escrita e publicação, "escrita materna", personagens literários, espaço para o público infantil, entre outras atividades e discussões.

IOL - 05.09.2017

América do Norte

Impulsan la libertad de expresión a través de la caricatura

Na sede do Museo de la Caricatura saíram os resultados do "Segundo Concurso de Caricatura Caminos de la Libertad", projeto que tem como objetivo impulsionar, no México, a ideia de liberdade como valor fundamental na humanidade. Nesta edição do concurso, foram submetidos 174 trabalhos de caricaturistas de todo o país. Para os jurados do evento, foram premiados as caricaturas que melhor transmitiram a ideia de liberdade na sociedade mexicana. Além disso, o cunho político dos desenhos acaba por atuar como uma forma de expressar a liberdade de expressão através de uma manifestação artística direta e com humor.

La Razón del México - 01.09.2017

América Central

OMS pide a medios de comunicación informar de manera responsable de suicidios

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 800.000 pessoas cometem suicídio anualmente, estando os meios de comunicação desempenhando um papel essencial quando veiculam informações, de forma responsável, sobre essas mortes, de modo a contribuir para sua prevenção. Assim, considerando a proximidade do Dia Internacional da Prevenção ao Suicídio, a OMS atualizou seu guia informativo voltado para os meios de comunicação, uma vez que consideram que tais informações podem contribuir amplamente para melhorar os esforços de prevenção ao suicídio. De acordo com o guia, é importante que os meios de comunicação veiculem dados precisos sobre onde se pode buscar e encontrar ajuda, informar histórias pessoais de superação de situações difíceis da vida, bem como de pensamentos suicidas. Ainda, o guia recomenda que tenham uma precaução especial com as notícias sobre suicídio de pessoas famosas.

ElPais.cr - 05.09.2017

América do Sul

Publican discursos de Borges sobre el tango; estuvieron perdidos 37 años

Circula nas livrarias um livro cheio de nostalgias e curiosidades: "El tango. Cuatro conferencias", do poeta, narrador e ensaísta Jorge Luis Borges. Gravações perdidas, que em 2002 o político José Manuel Goikoetxea presenteou em 4 vídeo-cassetes o romancista espanhol Bernardo Atxaga, que escuta o material, digitaliza-o e, com o conselho de Edwin Williamson, autor de "Borges: una vida", revisa e confronta a possível autenticidade da voz de Borges.

La Razón del México - 31.08.2017

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ