OFLClipping - Semanário Teleológico

Destaque da semana

Fez o teste do gênero oposto no Facebook? Você pode ter cometido um erro.

O "Como Você Seria Se Fosse Do Gênero Oposto?" é o teste da vez no Facebook. Se você entrou na onda, saiba que deu seus dados a uma empresa pouco conhecida, e sabe-se lá o que ela fará com eles. O gancho para atrair usuários é mostrar como a pessoa ficaria se fosse do gênero oposto, com imagens bem reais. Mas, para realizar o teste, a empresa Kueez solicita que você clique em "Conectar-se ao Facebook" para ver o resultado. A Kueez não é a primeira nem será a última empresa a criar um aplicativo/jogo/quiz de Facebook para conseguir isso. O objetivo é transformar esse monte de informações em dinheiro. Ou, nas palavras da empresa, para "melhorar o site com base em suas preferências e experiências", "oferecer conteúdos promocionais", "criar dados estatísticos, modelos comportamentais.

UOL - 20.02.2018

Ásia

Alcorão de 800 anos de idade exibido no norte da Turquia

Os manuscritos de um Corão de 800 anos estão atualmente em exibição no Museu Tokat no norte da Turquia. Segundo o Diretor Provinciano de Cultura e Turismo de Tokat, é a peça escrita mais antiga exibida em qualquer museu de Anatolia. O colofão do Corão indica que foi escrito em 1190.

Hurriyet Daily News - 09.02.18

Book culture returns to Iraq's post-jihadist Mosul

Cafés literários, leitura de poesia e bibliotecas itinerantes. O cenário cultural de Mosul, no Iraque, está de volta, após as forças iraquianas terem combati os grupos do Estado Islâmico, após três anos de governo jihadista. No evento "Book Forum", homens e mulheres, jovens e adultos debateram apaixonadamente sobre literatura, música, política e história. Os iraquianos são conhecidos no mundo árabe por sua cultura literária. Mosul, capital da província de Nineveh e localizada na encruzilhada de antigas rotas comerciais, há muito se vangloriou de um desfile de livreiros ao longo de sua famosa rua Al-Nujaifi. Mas o Estado Islâmico, até uns poucos meses atrás, queimou livros e destruiu bibliotecas.

Ahram Online - 05.02.2018

África

"Amigos da Literatura" incentivam hábitos de leitura no Waku Kungo

A Associação de Jovens Amigos da Literatura do Waku Kungo, província do Cuanza Sul, na Angola, continua a disseminar hábitos de leitura nos jovens daquela localidade, informou João Kapengue, coordenador da agremiação. A intenção, segundo o responsável, é revitalizar a leitura, ocupando o tempo livre dos jovens com ações ligadas ao livro, combater os índices de reprovação nas escolas e descobrir talentos nos domínios da escrita, da dança, da música e das artes cênicas. O coordenador destacou ainda a leitura como fonte da intelectualidade e incentivou os jovens da localidade a abraçarem o livro com vistas a elevar os seus níveis de conhecimento. Recordou que, pelos elevados índices de reprovação anteriormente registados, muitos alunos terminavam o ensino médio e não tinham condições para ingressar na universidade. "Decidimos criar esta associação para podermos estimular hábitos de leitura, para que os jovens que queiram enveredar pela escrita e fazer a arte possam integrar a agremiação,” declarou. No seu entender, trata-se de uma iniciativa que tem sido encarada com entusiasmo pelos jovens do município, muitos dos quais já assumiram o interesse de seguir a via da escrita e do entretenimento.

O País - 10.02.2018

América do Norte

USF Class Uses Jane Austen To Teach Lessons About Wikipedia

Estudantes de Literatura Inglesa da University of South Florida estão utilizando a internet para eternizar o legado de Jane Austen. A partir do curso de graduação "Austen: bits to bytes", a turma lançou luz na sua presença online, elaborando um projeto sobre humanidades digitais envolvendo a edição de seis tópicos sobre a autora no Wikipedia. O trabalho foi feito em conjunto com a Wiki Education Foundation, uma organização sem fins lucrativos de professores universitários que utilizam a plataforma Wikipedia como uma ferramenta de ensino. "Oitenta e sete por cento dos professores que participam dos nossos programas dizem que os estudantes aprendem mais sobre o letramento informacional através dos processos de escrita e edição no Wikipedia do que nas tarefas tradicionais de aprendizado", disse Frank Schulenberg, diretor executivo da Wiki Education Foundation.

LRN - 06.02.2018

América Central

Amazon, usina de best sellers: el gigante compite con las editoriales

A ação da Amazon está mudando o mundo das publicações. O Kindle Direct Publishing é o ramo de publicação desta gigante, através da qual os autores podem fazer suas obras conhecidas, tanto no âmbito digital quanto impresso, para um público mundial. Existem várias vantagens para um autor ao decidir publicar seu livro na Amazon: os royalties de vendas, em comparação com contratos que existem com editores tradicionais, são maiores; o processo de publicação é rápido; a audiência a que esse livro é dirigido é global; No caso do e-book, os autores podem modificar o texto sempre que desejarem; e em tempo real você pode acompanhar o fluxo de vendas dos livros. O feedback, com a classificação correspondente (expressa em uma escala onde cinco estrelas é a classificação mais alta) e seus comentários, é crucial para a Amazon. A comunidade de leitores colabora com a opinião deles para localizar livros em prateleiras virtuais e torná-los mais visíveis, caso a avaliação seja positiva. É por isso que a empresa analisa essas publicações para evitar manipulações (por exemplo, que uma campanha informal seja realizada para aumentar a classificação de um determinado livro). As editoras tradicionais observam o gigante que acusaram de ter práticas agressivas de vendas. Mas também há vozes a favor da empresa dos EUA que afirmam que, através da sua plataforma, vende livros publicados por outros editores e não apenas por conta própria, enquanto os livros da Amazon não podem ser comprados em livrarias genéricas.

La Nación - 15.02.2018

América do Sul

Livro lembra desfiles que perderam mas ficaram na memória

Quem acompanha o carnaval do Sambódromo dificilmente entende quando, no calor da apuração oficial da Liesa, os jurados decidem que aquela escola perfeita “que levantou a avenida” não foi tão perfeita assim, enquanto aquela que “fez um desfile sem emoção, mas tecnicamente correto” se torna a grande campeã. Surpresas desse tipo já aconteceram inúmeras vezes e continuarão acontecendo, garante o jornalista Marcelo de Mello, que lança “Por que perdeu? Dez desfiles derrotados que fizeram história” para registrar supostas injustiças que ficarão para sempre na memória da Sapucaí. É nesse toma-lá-dá-cá que está a graça das disputas no Sambódromo que foram parar no livro. Mello narra todos os dez casos com a experiência de quem acompanha os desfiles na Avenida desde 1977. O Globo - 11.02.2018

Europa

Like a Woman bookshop to sell female authors only

A editora Penguin está dizendo sim a Virginia Woolf e Margaret Atwood, mas não às obras de James Joyce e Martin Amis enquanto se prepara para abrir uma livraria no leste de Londres, que só vai vender livros de mulheres. A livraria "Like a Woman" estará aberta de 5 a 9 de março na rua Rivington, em Shoreditch, para marcar o Dia Internacional da Mulher e o centenário da Lei de Representação do Povo, que prorrogou o direito de voto das mulheres. A loja, que irá armazenar livros de mais de 200 escritores, "comemorará a persistência de mulheres que lutaram pela mudança: aquelas que lutam, se rebelam e gritam #LikeAwoman.

The Guardian - 16.02.2018

1,600 Occult Books Now Digitized & Put Online, Thanks to the Ritman Library and Da Vinci CodeAuthor Dan Brown

Graças a uma generosa doação do autor de "O Código Da Vinci" Dan Brown, Amsterdam’s Ritman Library, composta por uma coleção considerável de livros anteriores ao período de1900 sobre alquimia, astrologia, magia e outros assuntos ocultos, digitalizou milhares de textos raros no contexto de um projeto de educação digital chamado "Hermetically Open". Menos de dois meses depois, os primeiros 1.617 livros do projeto Ritman estão disponíveis na sala de leitura on-line. O site ainda está em versão beta, mas no anúncio do Facebook, a biblioteca afirma que estão "ainda melhorando toda a apresentação". Mas para os fãs e estudantes desta temática, um pequeno inconveniente é um pequeno preço para pagar o acesso total a centenas de raros textos ocultos.

Open Culture - 07.02.2018

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ