Bibliografia textual, gênero e a relação entre mulheres e bibliotecas circulantes

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018

O trabalho bibliográfico como método de pesquisa: aportes da bibliografia textual para os estudos sobre a relação entre mulheres e bibliotecas circulantes

Por Amanda Salomão (IBICT-UFRJ) e Eduardo da Silva Alentejo (UNIRIO)

Resumo

A apresentação trata sobre o trabalho bibliográfico como método de pesquisa, a partir dos aportes da bibliografia textual. O estudo é resultado de pesquisa desenvolvida nos anos de 2015 a 2017 no âmbito das perspectivas do livro e da leitura da mulher. O objetivo principal é discorrer sobre a aplicação dos estudos da bibliografia textual para verificar o potencial que a Revolução Industrial trouxe para a explosão do conhecimento e para a consolidação das bibliotecas como principal fonte de acesso ao livro e à leitura na Inglaterra oitocentista. Especificamente, investiga-se como esse método permite analisar a contribuição das bibliotecas circulantes, entendidas como empreendimentos voltados para o aluguel de livros à preços mais acessíveis, para a inclusão da mulher na economia do livro no período industrial britânico.

Conheça Amanda Salomão

Mestranda em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia em convênio com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT-UFRJ), com a pesquisa sobre leitura e transformação social, a partir das perspectivas de gênero. Bibliotecária pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018

[Programa completo do evento]

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ