“O maravilhoso número das imagens”: os primeiros “catálogos” sobre coleções de arte no Renascimento

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

“O maravilhoso número das imagens”: os primeiros “catálogos” sobre coleções de arte no Renascimento

Por: Giulia Crippa

Resumo

No âmbito da produção artística do séc. XV assiste-se à insurgência de formas de colecionismo já dedicadas especificamente à arte. Paralelamente, surgem as primeiras tentativas de esboçar bibliografias dedicadas à arte e aos artistas, entre as quais se destacam as páginas dedicadas ao tema por Paolo Lomazzo e Antonio Possevino, dos quais tratamos aqui na Arte da Bibliografia. Um dos elementos que, ainda devem ser discutidos, é como circula o conhecimento sobre as obras que se encontravam nas coleções dos humanistas. Nesse sentido, identificamos alguns autores em cuja produção se localizam formas de listar e descrever as obras presentes nessas coleções. Trata-se de Marcantonio Michiel, Anton Francesco Doni, Paolo Giovio e Giovan Paolo Lomazzo. Nos deparamos também com um conjunto de cartas enviadas por vários autores ao colecionador Niccolò Gaddi, voltadas para incentiva-lo a novas aquisições. Processamos, assim, esses textos, considerando-os como formas iniciais de catálogos dedicados às obras de arte.


Conheça Giulia Crippa

Atualmente, é professora associada do Departamento de Bens Culturais da Un diversidade de Bolonha (Itália). Bacharel em Lettere Moderne - Universitá degli Studi di Bologna (1993), Especialista em Arquivologia - Escola do Arquivo de Estado de Parma, 1995), Doutora em História Social - Universidade de São Paulo (1999), Livre Docente em Ciências da Informação - Universidade de São Paulo (2012). Foi Professora Titular da Universidade de São Paulo, Campus de Ribeirão Preto, no curso de Ciência da Informação e Documentação (2017-2018).É professora credenciada de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da ECA-USP. Foi coordenadora do GT3 - Mediação, circulação e apropriação da Informação do ENANCIB por dois mandatos (2012-2016). Desde 2012 até hoje compõe o Conselho Diretor da Casa da Memória Italiana (CMI) de Ribeirão Preto. É líder do Grupo de Pesquisa do Diretório CNPq BIBLIOTHECA DISCIPLINATA dedicado aos estudos de Bibliografia Histórica. É Pesquisadora do Grupo de Pesquisa do Diretório CNPq PRACTIC - Grupo de Estudos de Práticas Culturais e Tecnologias de Informação e Comunicação. Realizou estágio de pós-doutorado no CSAC - Centro Studi e Archivio dela Comunicazione (Universidade de Parma, Itália). Desde 2017 é editora chefe da revista InCID. Pesquisa e trabalha principalmente nas seguintes áreas: Memória, Museus e Patrimônio; Bibliografia Histórica e História da Organização da Informação e do Conhecimento. Bolsista de Produtividade CNPq, nível PQ2


VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

[Programa completo do evento]




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ