Organização do conhecimento, cultura da convergência e práxis epistemológica

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 Organização do conhecimento na era da cultura da convergência: perspectivas para a práxis epistemológica da representação documentária Edmilson Alves dos Santos Júnior (USP-Ribeirão Preto); Deise Maria Antonio Sabbag (USP-Ribeirão Preto) Resumo Propõe o estudo da Organização do Conhecimento na perspectiva da cultura de convergência caracterizada pela colaboração e interação nos espaços em rede onde mídias corporativas e mídias alternativas convergem e possibilitam o produtor e o consumidor interagirem de formas imprevisíveis. Os conceitos fundamentais que permeiam essa cultura são: convergência dos meios de comunicação,

O frasco quebrado: a bibliografia e a cultura da convergência

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 O frasco quebrado: a bibliografia e a cultura da convergência Por Marco Antônio de Almeida (USP) Resumo No livro que compila suas conferências na British Library, D. F. McKenzie aborda o campo da bibliografia, contrapondo ao seu escopo tradicional uma visão mais ampla, voltada para as mutações contemporâneas dos textos. Para ele, a aceleração dos processos históricos pelos quais os textos mudam sua forma e conteúdo teriam tornado praticamente impossível a definição e a localização textual ao velho estilo. Nesse sentido, ele levanta dois pontos com os quais este trabalho pretende dialogar. O primeiro diz respeito à compre

Web Semântica e Bibliografia: a caminho dos Dados Abertos

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 Web Semântica e Bibliografia: um Estudo para a Publicação de Registros Bibliográficos como Dados Abertos Conectados Por Sandro Rautenberg (UNICENTRO-PR) Resumo Apresenta um estudo interdisciplinar, envolvendo alguns elementos da Web Semântica e Bibliografia, considerando as seguintes premissas: i) à Bibliografia reserva-se o tratamento dos diversos modos de registro do conhecimento em livros, artigos, jornais, documentos digitais, entre outros; ii) em face da expansão informacional, a Bibliografia necessita abarcar as novas tecnologias de informação e comunicação para a manutenção dos registros bibliográficos; e iii) um

De indicibus librorum e a arte da indicialização em Conrad Gesner (parte II): ilustração e aplicação

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 De indicibus librorum e a arte da indicialização em Conrad Gesner (parte II): ilustração e aplicação Por André Vieira de Freitas Araújo (UFRJ) Resumo Introdução: Trata-se da segunda parte do estudo sobre De indicibus librorum - seção integrante das Pandectae (1548) de Conrad Gesner (1516-1565) - que versa sobre constituição, função e uso de índices. Objetivo: Ilustrar a aplicação dos índices a partir da: 1) demonstração do sistema de disposição e inventariação introduzido por Konrad Pellikan (1478-1556) e apresentado por Gesner e 2) exemplificação de índices gesnerianos no âmbito das Pandectae (1548, 1549). Metodologia:

Da bibliografia à bibliometria: um xeque-mate teórico?

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 Da bibliografia à bibliometria: um xeque-mate teórico? Por Giulia Crippa Resumo A partir de uma pesquisa realizada no catálogo on-line da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e nas bases de dados Scielo, Portal Capes e BRAPCI, foram recuperados 138 periódicos brasileiros relacionados à Biblioteconomia e Ciência da Informação, publicados de 1886 até hoje. A produção científica sobre o tema da Bibliografia, entendida tanto como uma ciência ou como sujeito do curso de graduação ou, ainda, como ferramenta de organização, nos retornou 73 textos. No contexto de artigos de revisão de periódicos que apresentam análises métricas

Bibliografia textual, gênero e a relação entre mulheres e bibliotecas circulantes

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 O trabalho bibliográfico como método de pesquisa: aportes da bibliografia textual para os estudos sobre a relação entre mulheres e bibliotecas circulantes Por Amanda Salomão (IBICT-UFRJ) e Eduardo da Silva Alentejo (UNIRIO) Resumo A apresentação trata sobre o trabalho bibliográfico como método de pesquisa, a partir dos aportes da bibliografia textual. O estudo é resultado de pesquisa desenvolvida nos anos de 2015 a 2017 no âmbito das perspectivas do livro e da leitura da mulher. O objetivo principal é discorrer sobre a aplicação dos estudos da bibliografia textual para verificar o potencial que a Revolução Industrial tro

O patrimônio institucionalizado pela perspectiva do gesto: entre Bibliografia e Arquivologia

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 O patrimônio institucionalizado pela perspectiva do gesto: aproximações entre Bibliografia e Arquivologia por Maira Cristina Grigoleto (UFES) Resumo Aborda a questão do patrimônio institucionalizado considerando a forma como os agentes preservacionistas articulam e transpõem, no ato de documentar, as determinações institucionais, legais e administrativas para a racionalização da enunciação patrimônio. O agenciamento no processo de representação de informações e valores é que fundamenta o objetivo geral deste trabalho: a aproximação entre a Bibliografia e a Arquivologia pela perspectiva do gesto. Os objetivos específicos

Clavisbibliothecarum: novas achegas para a história das bibliotecas em Portugal

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 “Clavisbibliothecarum: novas achegas para a história das bibliotecas em Portugal” Por Luana Giurgevich (Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia - CIUHCT) Resumo A palestra oferece uma revisão historiográfica sobre a história das bibliotecas em Portugal a partir dos finais do século XIX até o presente. A revisão centra-se na produção bibliográfica portuguesa sobre as bibliotecas do Portugal Medieval e Moderno e, especialmente, nas visões tradicionais sobre bibliotecas eclesiásticas promovidas por esta literatura (temáticas, tendências, enfoques, etc.). Seguirá um ponto da situação do estado da a

Discutindo o Repertório Bibliográfico sobre a Condição do Negro no Brasil

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 A bibliografia como subsídio para o debate de questões sociais Por Raphael Cavalcante (Biblioteca da Câmara dos Deputados) Resumo A edição do Repertório Bibliográfico sobre a Condição do Negro no Brasil pelo Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados (Cedi), em novembro de 2017, surgiu como produto de inovação no âmbito do Programa de Pró-Equidade de Gênero e Raça institucionalizado na Câmara dos Deputados. A iniciativa representa relevante elemento da agenda adotada pelo Cedi, na condição de centro de informação do Poder Legislativo brasileiro, diante dos debates que se impõem no Parlamento e das lacuna

"A classificação: anotações filosóficas" por Maria Nélida González de Gómez

No dia 12 de novembro, a pesquisadora Maria Nélida González de Gómez (PPGCI IBICT UFRJ; PPGCI UFF) apresenta a conferência "A classificação: anotações filosóficas", na abertura do IV Colóquio de Organização do Conhecimento IBICT COEPE 2018. O foco da conferência estará na discussão sobre a possibilidade e impossibilidade da classificação, do ponto de vista dos estudos da informação. Os horizontes de reflexão são: ontologia, gnosiologia, axiologia. Em pauta, estará o pensamento de Ranganathan e as suas bifurcações. Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992), Nélida, como é conhecida no universo da pesquisa científica nacional, é mestre em Ciência da Informação p

Almanaques e objetos culturais por Regina Marteleto

V Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UFPE - Recife - 2018 Os almanaques e a circulação social dos objetos culturais: catálogos, bibliografias, coleções e rastros de leitura por Regina Marteleto (PPGCI IBICT-UFRJ) Resumo Almanaques são pequenas ou grandes brochuras, enciclopédias populares de tempo secular, publicados desde o século XV, na Europa, difundidos e produzidos mundialmente. Cada país tem uma história de almanaques. No Brasil os de maior circulação foram os almanaques de farmácia, dentre eles o do Biotônico Fontoura. Eram publicados pelos laboratórios farmacêuticos e distribuídos pelas farmácias. E o Lunário Perpétuo, este último de grande difusão no Nordeste do país,

Posts Em Destaque
Categorias
Nuvem de Tags
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ