O autor e a medida: uma guinada “biobibliométrica”?

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 O autor e a medida: uma guinada “biobibliométrica”? Por: Diogo Xavier da Mata e Gustavo Silva Saldanha Resumo A bibliometria, ou a medida do livro, tal qual sistematizada por Paul Oltlet (1934), apresenta-se como um modo de expressão do cenário bibliológico, pensado pelo advogado belga. Em seu célebre Tratado, Otlet (1934) trata a bibliometria como método de medição para os livros. Em outro momento, quando discorre sobre o trabalho intelectual, aborda a relação autor e obra, que culmina em uma noção de produtividade autoral. A noção biobibliográfica, estudo da obra e da vida do autor, tal como exposta no

A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX)

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX) Por: Maria Teresa Santos Cunha Resumo Os estudos recentes acerca de uma História do livro e da leitura no Brasil sinalizam que este universo oferece ao historiador uma gama de questões a serem estudadas como a formação e simbologia das bibliotecas; as relações entre leitura e leitores, o estudo das bibliotecas públicas e/ou pessoais, além dos estudos das materialidades que se relacionam com livros, leitores e leitura, como as capas, as formas de letras, as marginalias, os objetos-relíquia e as dedicatórias. Neste trabal

Herança cultural de base Açoriana

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Herança cultural de base Açoriana Por: Gelci José Coelho Resumo Fala sobre Franklin Cascaes e seus registros sobre o folclore regional Conheça Gelci José Coelho Artista plástico, performer, ator, dramaturgo e produtor de instalações urbanas... A lista das atividade do multifacetado Gelci José Coelho, o Peninha, quem guarda a memória e a história de Santa Catarina em suas palavras e obras. Nascido em São Pedro de Alcântra, em 1949, passou a infância em São José, na grande Florianópolis. Historiador e museólogo, trabalhou por 21 anos no Museu de Arqueologia e Etnologia Professor Oswaldo Rodrigues Cabra (MAR

A arte de documentar a "Natureza": relatos de viagem às Cataratas do Iguaçu (Brasil e Arge

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 A arte de documentar a "Natureza": relatos de viagem às Cataratas do Iguaçu (Brasil e Argentina, 1883-1914) Por: Cézar Karpinski Resumo Apresenta resultados de pesquisa sobre a história da paisagem das Cataratas do Iguaçu a partir de relatos de viagens publicados no Brasil e na Argentina entre os anos de 1883 e 1914. O objetivo geral da pesquisa foi o de investigar como os viajantes e exploradores que visitaram as cataratas entre fins do Século XIX e início do Século XX conceberam o território disputado por Brasil e Argentina desde o período colonial. Especificamente, objetivou-se: mapear fontes documenta

Uma biblioteca digital e um banco de dados digitais de literaturas de língua portuguesa

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Uma biblioteca digital e um banco de dados digitais de literaturas de língua portuguesa Por: Alckmar Luiz dos Santos Resumo O propósito da palestra é apresentar o desenvolvimento da biblioteca digital e do banco de dados de literaturas de língua portuguesa do NuPILL (UFSC), chamando a atenção para os desafios técnicos e teóricos que foram enfrentados. Conheça Alckmar Santos Alckmar Luiz dos Santos é natural de Silveiras, SP. Possui graduação em engenharia eletrônica, pela Universidade Estadual de Campinas (1983), mestrado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas (1989) e douto

A Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 A Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil Por: Aline Franca, Daniel Munduruku e Thulio Gomes Resumo A escrita sempre esteve presente nas sociedades indígenas, seja nos grafismos, nas tramas das cestarias e entre tantas outras formas de representar graficamente seus conhecimentos. Já a escrita alfabética, como conhecemos, passou a ser incorporada no contexto cultural indígena durante o processo de colonização europeia. Nas décadas finais do século XX e, especialmente, após a Constituição de 1988, a escrita indígena passou a se apresentar de forma mais consistente, com a produção de materiais didát

I Seminário Mediação, circulação e organização de saberes - PPGCI IBICT UFRJ - 2019

O Seminário reúne participantes e convidados dos grupos de pesquisa "Culticom", liderado por Regina Marteleto, e "Ecce Liber", liderado por Gustavo Saldanha, ambos vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), em convênio com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O foco que orienta os trabalhos dos dois grupos é a construção do comum e suas mediações informacionais e documentárias, por meio do diálogo entre saberes em espaços e territórios plurais. Pretende-se abordar e refletir, a partir de perspectivas interinstitucionais e interdisciplinares, a respeito da construção de vias de compart

A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX)

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX) Por: Maria Teresa Santos Cunha Resumo Os estudos recentes acerca de uma História do livro e da leitura no Brasil sinalizam que este universo oferece ao historiador uma gama de questões a serem estudadas como a formação e simbologia das bibliotecas; as relações entre leitura e leitores, o estudo das bibliotecas públicas e/ou pessoais, além dos estudos das materialidades que se relacionam com livros, leitores e leitura, como as capas, as formas de letras, as marginalias, os objetos-relíquia e as dedicatórias. Neste trabal

“O maravilhoso número das imagens”: os primeiros “catálogos” sobre coleções de arte no Renascimento

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 “O maravilhoso número das imagens”: os primeiros “catálogos” sobre coleções de arte no Renascimento Por: Giulia Crippa Resumo No âmbito da produção artística do séc. XV assiste-se à insurgência de formas de colecionismo já dedicadas especificamente à arte. Paralelamente, surgem as primeiras tentativas de esboçar bibliografias dedicadas à arte e aos artistas, entre as quais se destacam as páginas dedicadas ao tema por Paolo Lomazzo e Antonio Possevino, dos quais tratamos aqui na Arte da Bibliografia. Um dos elementos que, ainda devem ser discutidos, é como circula o conhecimento sobre as obras que se encon

Linha de cumeada: uma arqueologia dos enunciados epistemológicos da Bibliografia na fundamentação da

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Linha de cumeada: uma arqueologia dos enunciados epistemológicos da Bibliografia na fundamentação da Ciência da Informação Por: Gustavo Silva Saldanha Resumo A partir de uma perspectiva epistemológico-histórica, estruturada em diálogo com a proposta metodológica foucaultiana da arqueologia dos saberes, a pesquisa procura localizar os enunciados da formação discursiva da Bibliografia na construção do campo hoje reconhecido como Ciência da Informação. Para a identificação dos enunciados, a pesquisa recorre ao trabalho de fundamentação do campo, perpassando centralmente o discurso epistemológico de Gabriel P

Concepção, dimensão e estrutura da Bibliotheca Universalis (1545) gesneriana: glosas bibliográficas

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Concepção, dimensão e estrutura da Bibliotheca Universalis (1545) gesneriana: glosas bibliográficas a partir de sua Epistola Nuncupatoria Por: Andre Vieira de Freitas Araujo Resumo Objetivo: Mapear, apresentar e discutir a concepção, dimensão e estrutura documentária de Bibliotheca Universalis (1545), de Conrad Gesner (1516-1565). Metodologia: Sob o horizonte histórico-bibliográfico, o estudo se desenvolve por meio: 1) da leitura e tradução integral do prefácio de Bibliotheca Universalis (1545), nomeado Epistola Nucunpatoria e que figura entre os fólios 2r e [7r]; 2) do confronto do texto latino (Gesner,

Práticas bibliográficas no contexto dos modelos de produção da cultura digital

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Práticas bibliográficas no contexto dos modelos de produção da cultura digital Por: Nanci Odone Resumo A cultura digital determinou alterações significativas na cadeia produtiva dos livros, questionando sua qualidade, intensificando a dispersão dos registros bibliográficos e dificultando o acesso à produção contemporânea. Verifica-se, por um lado, que o regime de informação introduzido pela cultura digital postula uma nova racionalidade e uma nova ética, reveladas em processos de criação, divulgação e compartilhamento abertos e gratuitos, que encorajam a colaboração e autorizam a participação coletiva, de

Arquitetura das ideias: Paul Otlet, o objeto, o livro e o documento

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Arquitetura das ideias: Paul Otlet, o objeto, o livro e o documento Por: Carlos Juvêncio Resumo A partir do pensamento de Paul Otlet, visa compreender o entendimento do jurista belga para o que seja o livro a partir de três aspectos: o material, o simbólico e o filosófico. Como material, articula o pensamento Otletiano a fisicalidade do livro e suas partes. Sob o prisma simbólico, aborda o livro como ente social e seu poder frente às comunidades. Por fim, o caráter filosófico é evidenciado pela articulação das noções de biblion, organização das ciências e edifício documental. Adota como metodologia a pesq

Princípios de Descrição Bibliográfica: Bibliografia Material e História do Livro – contextos, perman

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 Princípios de Descrição Bibliográfica: Bibliografia Material e História do Livro – contextos, permanências e rupturas. Por: Diná Marques Pereira Araújo Resumo A Bibliofilia francesa no século XVIII fomentou e criou a cultura gráfica colecionável por meio dos superlativos da raridade. Nesse contexto, visto como berço das abordagens sobre a bibliografia material na França, a descrição bibliográfica alicerçou os estudos teóricos-práticos que alimentaram o corpo e a alma da História do Livro e da Bibliografia no século das Luzes. Por sua vez, no final do século XIX e até a primeira metade do século XX, na Grã

O livro: do objeto ao documento na prática bibliográfica

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019 O livro: do objeto ao documento na prática bibliográfica Por: Cristina Dotta Ortega Resumo As práticas de seleção, organização e preservação de objetos considerados de valor informacional conduziram a profissões e a disciplinas científicas próprias, assim chamadas documentárias. O documento é o produto destas práticas e se refere ao objeto inicial sob novo estatuto simbólico. No âmbito da prática bibliográfica – estruturada pela produção de repertórios bibliográficos e catálogos de bibliotecas –, um objeto em especial foi tratado documentariamente: o livro. Considerado objeto emblemático do registro (prin

Posts Em Destaque
Categorias
Nuvem de Tags
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ