Please reload

Posts Recentes

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

Livros acadêmicos: a importância da cultura epistêmica para o d...

Livros acadêmicos: a importância da cultura epistêmica para o desenvolvimento de técnicas de avaliação

December 2, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Tecnologias para a identificação, registro e reconhecimento de marcas de propriedade em acervos bibliográficos

2 Dec 2019

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

Por: Marcia Carvalho Rodrigues, Alissa Esperon Vian, Heytor Diniz Teixeira, Eduardo Nunes Borges e Mateus Alves Prado.

 

Resumo

 

A preocupação com a segurança de acervos patrimoniais tem aumentado nos últimos anos, especialmente em decorrência do aumento nos índices de roubo e furto em bibliotecas. A esse respeito, destaca-se a realização, em novembro de 2018, do XIII Encontro Nacional de Acervo Raro (ENAR), evento promovido pela Fundação Biblioteca Nacional, que teve como tema "Políticas de segurança e salvaguarda de acervos raros e especiais". A questão da segurança dos acervos foi amplamente debatida e, a partir do evento, a BN passou a recomendar a todas as instituições que possuem acervos especiais e raros que façam uso de carimbos de identificação de propriedade em suas obras. 

 

O registro sistemático das marcas de procedência presentes nos exemplares raros é, também, algo recente na Biblioteconomia de livros raros brasileira. Até pouco tempo era algo negligenciado por grande parte das instituições proprietárias destes acervos. Assim, apesar de ser dada uma atenção especial na criação dos registros destas obras nos catálogos, muitas das particularidades presentes em cada item acabam não sendo registradas. 

 

Tendo em vista, também, que nem sempre as instituições vítimas de furto ou roubo realizam a identificação de suas obras com carimbos (ou outra marca de propriedade) e que, mesmo quando o fazem, muitas vezes estas marcas acabam sendo retiradas (arrancadas, raspadas, rasgadas, cortadas, apagadas) após o delito, uma das medidas utilizadas pelas instituições para a comprovação de propriedade de seus exemplares se dá por meio da descrição das marcas de procedência (incluindo as marcas de propriedade), registrada no catálogo. Porém, se não há menção a estas marcas no registro disponibilizado no catálogo, às vezes não há outros meios para comprovar a sua propriedade. 

 

A partir do exposto, torna-se evidente a necessidade da pesquisa continuada sobre o tema, bem como o desenvolvimento de ferramentas que facilitem tanto o processo de registro destas marcas, especialmente por meio de imagens, quanto a sua posterior identificação e reconhecimento. Assim, este trabalho propõe uma ampla revisão teórica sobre o tema, bem como o desenvolvimento de duas ferramentas: 1) um site colaborativo para o registro de imagens de marcas de propriedade; 2) um aplicativo móvel (app) para a identificação e o reconhecimento de marcas de propriedade. 

 

Referências 

 

BAURMEISTER, U. The recording of marks of provenance in the Bibliothèque Nationale de France and other french libraries. The Papers of the Bibliographical Society of America, v. 91, n. 4, p. 525-538, 1997. Disponível em: https://tinyurl.com/y5and32d. Acesso em: 28 abr. 2019.

 

LEUNG, C. The journey of books: rare books and manuscripts provenance metadata in a digital

age. 2016. Dissertação (Master of Arts in Humanities Computing and Master of Library and

Information Studies) - University of Alberta, School of Library and Information Studies, Edmonton, Canadá, 2016. Disponível em: https://goo.gl/L6sHd8. Acesso em: 06 jul. 2018.

 

LIMA, V. F. Tesouros na prateleira. Pesquisa FAPESP, São Paulo, n. 276, p. 84-87, fev. 2019.

Disponível em: https://tinyurl.com/yys2ru3a. Acesso em: 28 abr. 2019.

 

LUNDEEN, A. T. Hand-coloring in books: the good, the bad, and the ugly. In: MICHIGAN STATE UNIVERSITY SPECIAL COLLECTIONS. Adversaria: special collections provenance at MSU. East Lansing, MI: MSU, 2014 Disponível em: https://tinyurl.com/y68p5l22. Acesso em: 28 abr. 2019.

 

OVERMIER, J. A.; DOAK, E. M. Provenance records in rare book and special collections. Rare

Books & Manuscripts Librarianship, Chicago, v. 11, n. 2, p. 91-99, Fall 1996. Disponível em: https://goo.gl/tkyqDC. Acesso em: 06 jul. 2018.

 

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

[Programa completo do evento]

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga