OFLClipping - Semanário teleológico

Asia

São Petersburgo ganha biblioteca mais cara do país

A biblioteca Capella, pertencente à Editora Alfaret, foi inaugurada em dezembro de 2016 e pode ser considerada a mais cara da Rússia. Com um projeto gótico e entrada por mais de 100 dólares, o espaço oferece livros raríssimos e os visitantes podem comprar alguns dos exemplares e realizarem visitas guiadas.

Gazeta Russa – 04.02.2017

África

Wrap-up of 2017 Cairo International Book Fair’s latest novels

Com o título “Juventude e Conhecimento do Futuro”, a Feira de Livro Internacional do Cairo recebeu obras literárias de 670 autores de 35 países árabes e estrangeiros. O objetivo principal da feira foi reavivar o cenário cultural do Egito, com ênfase para a exposição de livros dos mais diversos gêneros literários publicados por jovens talentos do mercado editorial.

Daily News Egypt – 01.02.2017

Teaching empowerment: prison education in Kenya

O projeto de Alexander McLean, “The African Prisons Project”, oferece educação e cuidados médicos para prisioneiros no Quênia desde 2004. Lá, eles aprendem a ler e escrever, sobretudo assuntos pertinentes à área de Direito, de forma a tornarem-se aptos a se representarem legalmente. O objetivo principal é possibilitar a reabilitação desses prisioneiros.

Aljazeera – 08.02.2017

América do Norte

4-year-old bibliophile becomes librarian for a day in world’s largest library

Com apenas 4 anos de idade e mais de mil livros lidos, Daliyah Arana, tem um dia de bibliotecária na Library of Congress. Amante declarada de livros, Daliyah diz que a LOC é a sua biblioteca favorita no mundo todo.

The Hindu Times – 15.01.2017

O desenhista que transforma as declarações de Trump em HQ

Nas histórias em quadrinhos do artista norte-americano Robert Sikoryak, não há espaço para a famosa rixa entre as grandes Marvel e DC Comics. Em suas ilustrações, o desenhista transformou com diversão as polêmicas declarações de Donald Trump, novo Presidente dos Estados Unidos, em HQ’s, onde personagens célebres se misturam para parodiá-lo.

El País – 28.01.2017

Toronto Public Library shedding light on Seasonal Affective Disorder

A Biblioteca Pública de Toronto está desenvolvendo um projeto que promove acesso às luzes terapêuticas a pessoas que sofrem de “Seasonal Affective Disorder”, um tipo de depressão que alguns sofrem durante a escuridão do inverno canadense. Através de luzes que imitam a luz solar, o intuito principal do projeto é contribuir para a sensação de bem-estar dos indivíduos enquanto eles leem.

CBC News – 07.02.2017

América Central

Information security of Paramount importance

Muitas empresas em Barbados estão sendo encorajadas a fazerem um melhor uso das novas tecnologias, de forma a garantir a segurança da informação. Nicole Layne, Vice-Presidente de Tecnologia da empresa Flow, afirma que as instituições estão tornando-se cada vez mais conscientes da importância de se administrar melhor o uso da informação, sobretudo, porque muito do valor dos negócios está concentrado no valor dessas informações.

Barbados Advocate – 07.02.2017

Costa Rica destacó en la Feria Internacional del Libro de Calcuta

A Feira Internacional del Libro de Calcuta, inaugurada em 25 de janeiro, celebrou a cultura e a literatura costa-riquenhas, com homenagem à José León Sánchez. Estima-se que, em apenas dois dias, o evento tenha atraído mais de dois milhões de visitantes. A Feira, com duração de 10 dias, contou também com um stand dedicado à Costa Rica e sua cultura.

La Nación – 06.02.2017

Acadêmicos correm para salvar documentos coloniais raros em Cuba

Um grupo de acadêmicos norte-americanos está correndo para preservar milhões de documentos históricos cubanos antes que eles sejam perdidos por más condições de armazenamento e exposição a elementos nocivos. Muitos dos documentos trazem informações sobre a escravidão cubana, parte essencial da história de Cuba, que se entrelaça com a história dos Estados Unidos.

Folha de S. Paulo – 18.01.2017

América do Sul

Pesquisadores criam papel que pode ser impresso com luz e reutilizado 80 vezes

Pesquisadores da China e da Califórnia se uniram para desenvolver um novo tipo de “papel” que possa ser impresso com luz e reescrito até 80 vezes, além de ser menos prejudicial ao meio ambiente, através do uso de nanopartículas.

Ciclo Vivo – 06.02.2017

Wikipedia dejará de usar información de un diário inglés por considerarlo “poco confiable”

Depois de uma votação que levou todo o mês de janeiro, os editores da versão inglesa do Wikipedia decidiram classificar o jornal Daily Mail como fonte de informação pouco confiável e substituir ou eliminar todos os links e referências existentes do tabloide na enciclopédia online. A votação é resultado de uma discussão que leva mais de dois anos sobre a credibilidade de tabloides sensacionalistas como fontes de informação.

Clarín – 09.02.2017

Europa

Gutenberg: el inventor que cambió el mundo

Depois de anos e muitas investigações secretas, Johannes Gutenberg desenvolveu a prensa de tipos móveis em 1450, um sistema que transformaria a disseminação do saber não só na Europa, mas no mundo todo. A trajetória empreendedora de Gutenberg lança luz sob o surgimento dos impressos.

National Geographic España – 03.02.2017

Library cuts reflected in 30% drop in adult visitors over a decade

De acordo com dados do governo britânico, os cortes realizados em bibliotecas públicas na Inglaterra têm desencadeado em uma considerável diminuição de seus visitantes adultos. Os números caíram de 48.2%, nos últimos dez anos, à 33.8%, em setembro de 2016. Agentes e defensores das bibliotecas afirmam que está na hora de acabarem com os cortes e empreenderem ações para salvar o setor.

The Guardian – 03.02.2017

O testemunho da perseguição nazista encontrado em um sebo francês

O “Uma livraria em Berlim”, narra o testemunho de Françoise Frenkel, uma judia polonesa, fundadora da primeira livraria francesa em Berlim, que cruzou o continente fugindo da perseguição dos nazistas. Além de conter suas experiências durante o Holocausto, a autobiografia discorre sobre sua paixão pela literatura e pela cultura francesa.

El País Brasil – 07.02.2017

Oceania

It’s a fact. Non-fiction dominates Stella Prize longlist in era of fake news

O Stella Prize desse ano, maior prêmio literário dedicado às autoras mulheres da Austrália, conta com mais obras de não-ficção do que literatura. Boa parte dos títulos indicados tratam de temas relacionados às questões de gênero.

The Camberra Times – 07.02.2017

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ