OFLClipping - Semanário Teleológico

Destaque da semana

UPLA recupera libros y documentos perdidos durante el golpe militar de 1973

Recuperar documentos para gerar conhecimento sobre as práticas de eliminação e destruição de livros considerados "perigosos" na região de Valparaiso, no Chile, durante a ditadura militar, em 1973, é o principal objetivo do projeto "Biblioteca Recuperada en Valparaíso", uma parceria entre o curso de Biblioteconomia da Universidad de Playa Ancha, o Colegio de Bibliotecarios de Chile e da Unique e da Universidad Diego Portales. A iniciativa irá resultar em uma exposição a ser apresentada na Biblioteca Central da Universidade de Playa Ancha, entre os dias 19 e 20 de outubro desse ano. "O interessante não é só recuperar os livros e documentos, mas também reunir histórias de cidadãos sobre as práticas de eliminação e destruição de livros considerados "perigosos" e sobre os testemunhos daqueles que foram afetados na região de Valparaiso durante a ditadura militar.

UPLA - 15.08.2017

Ásia

Três previsões (nem tão?) utópicas de Sorókin

Publicado no Brasil pela Editora 34, o escritor Vladímir Sorókin é afamado por suas obras polêmicas. De livros que servem, às vezes, de lenha de forno para cozinha e “pulgas” que leem o cérebro, suas utopias projetam uma realidade extremada, principalmente no que tange ao livro. O autor diz que, com essas metáforas, quis refletir sobre o futuro dos livros. “Acredito que a humanidade não eliminará totalmente os livros impressos. Isso é uma parte do nosso mundo que não pode ser completamente destruída”, disse em entrevista.

Gazeta Russa - 09.08.2017

Mystery in a box

Bibliófilos em todo o mundo sempre encontram maneiras de estimular seus hábitos de leitura. Iniciativas como Blind Date With A Book, o Book Fairies Movement e, atualmente, as caixas de assinatura de livros, de certa forma, tornaram a leitura muito mais interessante. Embora comuns no Ocidente, essas caixas misteriosas estão se disseminando somente agora na Índia. Iniciado em março deste ano, o Book O Box vêm circulando amplamente pelo país, mantendo a aura de mistério intacta. Gayathri Nair, fundadora do projeto, diz que a iniciativa é sua maneira de manter a paixão pela leitura viva. O Book O Box oferece obras de ficção de todo o mundo, principalmente as menos conhecidas, sendo, a cada mês, selecionado um livro de país diferente.

The Hindu Times - 09.08.2017

África

Aberta feira do livro na cidade de Malange

A II edição da Feira do Livro foi inaugurada na cidade de Malanje, na Angola, e ocorrerá até 26 de agosto, com vistas a continuar a promover o gosto pela leitura e elevar a cultura geral dos jovens e adolescentes. Organizada pelo Núcleo de Ciência é Vida (NUCIV), em parceria com o Grupo Bíblico provincial da Igreja Católica, a mesma tem como lema “Quem mais lê, mais aprende e quem mais aprende, mais lê”. Na feira, estão expostas obras de diversos gêneros literários, tais como romances, contos, poesia, livros religiosos e didáticos. Na ocasião, o coordenador do Núcleo de Ciência é Vida, Bernardo José Domingos, afirmou que a sua instituição tem constatado, nos últimos tempos, pouco interesse da camada infanto-juvenil pela leitura. Para reverter o quadro, aconselha a juventude a ter um maior envolvimento nas atividades que promovem o livro e a leitura, tendo igualmente sublinhado a necessidade de se criar este hábito no seio das famílias.

O País - 15.08.2017

América do Norte

A América Nazista: o pesadelo em romance

E se a América fosse nazista? E se os Estados Unidos adotassem o anti-semitismo como política de estado? E se o mundo, controlado pelos Estados Unidos, assumisse tal plataforma ideológica como única solução para um certo "crescimento econômico"? O romance de Philip Roth viaja ao extremo terror de nossa proto-consciência. Em "The conspiracy against America", o autor projetou a chegada de Charles Lindbergh ao poder na "conservadora terra da liberdade". Candidato à eleição de presidente em 1940, o aviador Lindbergh era antissemita e nutria simpatias mil pelo regime nazista. Em jogo, no romance, eugenia, racismo e a construção de uma economia política orientada para o nazismo. Eis aqui uma leitura crítica de Michael Lowy e Eleni Varikas.

Le Monde Diplomatique – 17.08.2017

América Central

Venezolanas participan en la Feria del Libro de Panamá

A XIII Feria Internacional del Libro de Panamá começou na capital do país no dia 15 de agosto, tendo a Colômbia como homenageado e a participação de convidados de países como Espanha, Nicarágua, México, Peru, Costa Rica, Porto Rico e Venezuela. O evento será realizado até dia 20 de agosto, com o tema "Cidade dos Livros". O programa inclui oficinas, debates e fóruns sobre temas atuais e polêmicos, como a xenofobia, a violência contra as mulheres, redes sociais, bem como o papel da juventude.

El Universal - 15.08.2017

América do Sul

Uma coleção da humanidade: os tesouros peruanos em Nazca

Eis um desafio aberto para a ciência a partir da arqueologia: a interpretação dos achados de múmias em Nazca, no Peru. Com linhas e desenhos geométricos espalhados por centenas de metros, visualizados com nitidez apenas a partir de um ponto aéreo, Nazca é conhecida como um centro importante para o contexto do ano 300a.C. A partir de 2015, ações advindas de arqueólogos franceses e cientistas peruanos intensificaram as análises da grande descoberta e lutam para adquirir recursos e conscientizar o mundo da importância da preservação das coleções arqueológicas do Peru.

Le Matin - 06.08.2017

Europa

Ficção rediviva do outono pós-eleições: projeções do mercado literário europeu

Após um período complicado para o mercado literário no início do primeiro semestre de 2017, as expectativas para o outono europeu se multiplicam nas estantes das livrarias. Bertrand Legendre, professor de Ciência da Informação & Comunicação da Universidade Paris XIII, dedicado aos estudos de publicação e de circulação da economia do livro, aponta que nenhum drama nos cabe no momento. Segundo suas análises históricas, os anos eleitorais são sempre desfavoráveis à literatura. Nesses contextos, as editores evitam lançar seus títulos, aguardando as oscilações da economia. Segundo o pesquisador, nem mesmo os livros de política são vendidos no período. O fim do verão europeu promete, então, uma reerguida do mercado ficcional!

Le Monde – 16.08.2017

Oceania

Melbourne Writers Festival: Viva the revolution

A revolução é o tema do Melbourne Writers Festival deste ano. Um turbilhão de

discussão sobre protesto, opressão e guerra dominará o palco, mas o programa também promete idéias para mudanças e novas direções. Novas vozes novas compartilharão seus contos de revolta e resistência ao lado de nomes mais estabelecidos, e os autores locais e

internacionais vão riff sobre agitações sociais e políticas no passado, no presente e no futuro.

The Canberra Times - 12.08.2017

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ