A Coleção Memória da Biblioteconomia: um horizonte epistemológico ainda por desvendar

A Biblioteca Central da Unirio abriga, atualmente, a coleção base do primeiro curso de biblioteconomia no Brasil, e da América Latina. O curso, que já conta com mais de 100 anos de fundação, iniciou-se na Biblioteca Nacional, em 1911, alcançou nível universitário, em 1962, e passou a integrar, em 1969 a instituição que hoje é a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) (GRAU; SILVA; COSTA, 2013).

Coleção Memória da Biblioteconomia. Fonte: Acervo Ecce Liber.

O encontro com a narrativa da construção, item a item, da coleção nos leva à reflexão sobre o horizonte epistemológico, ainda por desvendar, que constituiria a base do curso de biblioteconomia. Ou seja, o estudo da coleção como um todo, a totalidade, a unidade discursiva que se enuncia no entrelaçado de suas obras representa para os estudos históricos e epistemológicos da biblioteconomia um horizonte ainda não explorado, um discurso ainda silencioso e adormecido.

Em estudo, publicado recentemente, nos debruçamos sobre a coleção a partir de uma análise teórica, reconhecida na teoria da arte de Didi-Huberman. No plano empírico, nos apropriamos da manifesta representação descritiva dos itens em três campos de análise: autoria, tempo e temática.

O que vemos só vale – só vive – em nossos olhos pelo que nos olha. Inelutável porém é a cisão que separa dentro de nós o que vemos daquilo que nos olha. Seria preciso assim partir de novo desse paradoxo em que o ato de ver só se manifesta ao abrir-se em dois. (DIDI-HUBERMAN, 1998, p. 29)

A cisão do olhar diante da coleção faz emergir duas formas distintas de observação, aquilo que olhamos e aquilo que nos olha. O que vemos quando olhamos para a coleção? O que a coleção vê em nós a partir de seu olhar?

Leituras sugeridas:

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos o que nos olha. São Paulo: Ed. 34, 1998.

GRAU, Isabel Ariño; SILVA, Cátia Ayres; COSTA, Márcia Valéria Brito. Criando pontes entre passado, presente e futuro: o acervo básico-histórico da primeira Escola de Biblioteconomia do Brasil. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, 25., 2013, Florianópolis. Anais... Florianópolis: Febab, 2013. p. 899-903.

SALDANHA, Gustavo Silva et al. A Coleção Memória da Biblioteconomia e a epistemologia histórica dos estudos biblioteconômico-informacionais no Brasil: sobre coleções bibliográficas como fatos epistêmicos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 14, p. 46-68, set. 2018.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ