A Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019


A Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil

Por: Aline Franca, Daniel Munduruku e Thulio Gomes



Resumo

A escrita sempre esteve presente nas sociedades indígenas, seja nos grafismos, nas tramas das cestarias e entre tantas outras formas de representar graficamente seus conhecimentos. Já a escrita alfabética, como conhecemos, passou a ser incorporada no contexto cultural indígena durante o processo de colonização europeia. Nas décadas finais do século XX e, especialmente, após a Constituição de 1988, a escrita indígena passou a se apresentar de forma mais consistente, com a produção de materiais didáticos específicos para as escolas nas aldeias e o crescimento do movimento indígena. Atualmente, a escrita indígena é considerada um elemento de fortalecimento de identidades e permite a atuação e a ocupação de espaços simbólicos, representatividade e autonomia. Dado o fato de que os povos indígenas são sociedades intimamente ligadas à oralidade, vale salientar que a oralidade e a escrita não se opõem, e sim, são modalidades complementares no processo comunicacional. Criada em 2019 por iniciativa da bibliotecária Aline Franca, com o apoio do escritor Daniel Munduruku e do bibliotecário Thulio Dias Gomes, a Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil é uma publicação online, hospedada em uma plataforma colaborativa de modelo Wiki, com o objetivo de compilar a produção bibliográfica de escritores e pesquisadores indígenas em território nacional, incorporando livros, teses e dissertações. A proposta busca servir como uma obra de referência, sendo uma fonte de informação referencial para interessados nas produções indígenas de caráter bibliográfico. A bibliografia está sujeita à atualização constante e tem recebido colaborações vindas de diversas partes do país. Dessa maneira, os leitores têm acesso garantido à versão mais atual do documento. O uso da plataforma Wiki representa uma inovação no suporte da bibliografia uma vez que traz muitas possibilidades para as especificidades da organização da informação e do conhecimento de povos indígenas. As possibilidades de preservação e recuperação dos documentos indígenas e de pesquisa sobre as culturais ancestrais faz da Bibliografia das Publicações Indígenas do Brasil uma contribuição de grande relevância para a história cultural brasileira.




Conheça Aline Franca

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de São Paulo (USP). Possui Mestrado (2016) e Bacharelado (2011) em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente é bibliotecária da Prefeitura Municipal de São Paulo e colaboradora do Instituto Uk'a - Casa dos Saberes Ancestrais. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: etnoconhecimento, representação descritiva, autoria indígena, epistemografia interativa e literatura indígena.




Conheça Daniel Munduruku

Daniel Munduruku possui graduação em Filosofia pela Universidade Salesiana de Lorena (1989). É doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Indígena. É pós-doutor em Linguística com ênfase na Literatura Indígena, na Universidade Federal de São Carlos. É autor de 52 livros voltados para o público infantil, juvenil e educadores. É Comendador da Ordem do Mérito Cultural da Presidência da República desde 2006. Em 2013 recebeu a mesma condecoração na Ordem Grã-Cruz. É Diretor-Presidente do Instituto UKA - Casa dos Saberes Ancestrais. Recebeu diversos prêmios literários no Brasil e no exterior. É membro da Academia de Letras de Lorena. Em 2018 foi condecorado pela Fundação Bunge na categoria Vida e Obra.




Conheça Thulio Gomes

Bibliotecário-documentalista da Biblioteca Universitária de Campos dos Goytacazes da Superintendência de Documentação da Universidade Federal Fluminense. É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do convênio entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro e o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. É doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação na Universidade de São Paulo. Pesquisa sobre os temas biblioteca, universidade, informação e cultura.


VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

[Programa completo do evento]


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ