A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX)

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

A arte das dedicatórias em bibliotecas pessoais de educadores catarinenses (Século XX)

Por: Maria Teresa Santos Cunha

Resumo

Os estudos recentes acerca de uma História do livro e da leitura no Brasil sinalizam que este universo oferece ao historiador uma gama de questões a serem estudadas como a formação e simbologia das bibliotecas; as relações entre leitura e leitores, o estudo das bibliotecas públicas e/ou pessoais, além dos estudos das materialidades que se relacionam com livros, leitores e leitura, como as capas, as formas de letras, as marginalias, os objetos-relíquia e as dedicatórias. Neste trabalho, a proposta consiste em, através da construção de uma narrativa, apresentar e analisar dedicatórias deixadas em livros que compõem bibliotecas pessoais de educadores que atuaram na segunda metade do século XX e que se encontram salvaguardadas no Instituto de Investigação e Documentação em Ciências Humanas (IDCH) ligado à FAED/UDESC, em Florianópolis/SC. Tais dedicatórias deixam entrever, no presente, outros passados, imaginários, redes de sociabilidade intelectuais além de permitir analisar usos e costumes escritos que um determinado tempo produziu e que se assenta em linhas nas páginas, quase sempre iniciais, de livros. As dedicatórias são marcas distintivas da sociedade letrada presentes nos livros sob forma manuscrita, e no caso específico são, igualmente, analisados como espaços de memórias e registros de amizades que, em geral, funcionavam como mediadoras de afeto que circulavam entre amigos ou conhecidos. O estudo das dedicatórias sinaliza para vestígios sensíveis da cultura escrita em livros de bibliotecas pessoais. Abordar as dedicatórias como práticas da cultura escrita é caminho para identificar ações ligadas à ordem do sensível que estão presentes na formulação imaginária do mundo que seres humanos produzem em todos os tempos.

Conheça Maria Teresa Santos Cunha

Graduada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em História pela mesma Universidade. Doutora em Educação/História e Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Foi professora da Universidade Federal de Santa Catarina e atualmente é professora titular do Departamento de História da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atua como docente nos Programas de Pós-Graduação em História e em Educação da mesma instituição. Suas pesquisas centram-se nos estudos sobre Arquivos Pessoais, História da Leitura e da Cultura Escrita, História da Educação e História do Tempo Presente. É Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq nível 1-D.

VI Seminário Internacional A Arte da Bibliografia - UDESC / UFSC - Florianópolis - 2019

[Programa completo do evento]

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga

© 2013 Ecce Liber: Filosofia, Linguagem e Organização dos Saberes. Desenvolvedor: Diogo Xavier da Mata.

Centro de Estudos Avançados em Ciência da Informação e Inovação (CENACIN - IBICT)

CAPES - CNPq - FAPERJ